terça-feira, 21 de março de 2017

No linux, não se deve misturar programas de interfaces gráficas distintas

De vez em quando um usuário me pede ajuda, relatando que o programa X dá problema na interface Y. Que o Z não faz A em B. Que a interface do G está feio. Que as letras de C não aparece. E por aí vai.

Em primeiro lugar, evite misturar programas de interfaces distintas. Não é proibido, mas não há garantia de que o funcionamento será 100%.

Se você fez isso, quando encontrar algum problema, não afirme que seja um bug. Pode não sê-lo. Pesquise na internet ou no site do projeto, se possível.

Quanto mais complexo um programa, dependendo de extensas bibliotecas e arquivos de configuração no espaço do usuário, maiores as chances de correrem problemas.

Procure por programas equivalentes, específicos para a interface gráfica que usa. A menos que o "da outra" tenha algum recurso único, ou seja especial por qualquer motivo, aí sim você instala.

O(s) desenvolvedor(es) não tem nenhuma obrigação de fazer o programa compatível com todas as interfaces gráficas, seja gtk, qt etc.

Se postar algum pedido de ajuda, faça um texto detalhando que o programa não é da interface em questão. E especifique o que ocorre. Talvez haja solução. Talvez!

Espero ajudar com estas informações.

Até a próxima dica!
;-))

Nenhum comentário:

Postar um comentário