segunda-feira, 1 de julho de 2013

Alterando o brilho das telas nos notebooks Acer Aspire

Uma particularidade dos NoBo's da Acer é que não há o arquivo "brightness" em /proc/acpi/video/VGA/LCD/. Por isso os applets de controle de brilho não funcionam.

Para que as teclas de controle do brilho possam ser usadas normalmente, contornando o problema, adicione as linhas em vermelho no arquivo /etc/default/grub:

GRUB_CMDLINE_LINUX="acpi_osi=Linux acpi_backlight=vendor"

Abra um terminal e rode o comando abaixo com um editor de texto qualquer (use o de sua preferência):

$ sudo nano /etc/default/grub


Procure pela linha "GRUB_CMDLINE_LINUX" e faça o acréscimo como indicado. Basta acessá-la com as setas direcionais do teclado. Salve com ctrl+o e saia com ctrl+x.

Rode o comando abaixo que, na próxima inicialização do pinguim, aquelas estarão ativas:

$ sudo update-grub

Mas se quiser que um determinado valor seja configurado após o login, sem usar a teclas de controle de brilho, o que fazer?

Simples. Vamos detectar qual a saída de vídeo de seu NoBo e depois configurar o comando para ser executado após o login na interface gráfica. Faça os comandos abaixo, na ordem:

$ xrandr -q | grep " connected"
LVDS1 connected 1366x768+0+0 (normal left... etc

Agora ajuste o brilho até um valor confortável para você:

$ xrandr --output LVDS1 --brightness 0.5

Definido o valor, que vai de 0.0 <--> 1.0, basta colocá-lo para ser executado na hora do login na interface gráfica, como o aplicativo de sessão do ubuntu:


Até a próxima dica!
;-))


14 comentários:

  1. Funcionou 100%. Muito bom este post. Obrigado.
    Acer Aspire E1-531.

    ResponderExcluir
  2. me ajudou muito coma opção de configurar o brilho durante a inicialização.

    ResponderExcluir
  3. Se mesmo após as modificações na configuração do Grub o problema persistir, um paliativo consiste em modificar manualmente o brilho por intermédio deste comando no terminal do shell:

    sudo intel_backlight X

    …em que X é um número 0 e 100. Esse número representa o percentual de brilho: 0% é "tela preta" (brilho nenhum) e 100% é "tela branca" (brilho total).

    Se você informar para X um valor acima de 100, como por exemplo:

    sudo intel_backlight 2000

    …o comando não atribuirá um brilho de 2000% (o que deixaria a tela branca e você não veria mais nada): o brilho será automaticamente reajustado para 100%.

    Se você executar:

    sudo intel_backlight 0

    …a tela irá realmente ficar com 0% de brilho, ou seja, ficará 100% PRETA e por isto você não enxergará nada, portanto jamais use 0 no lugar de X.

    ==> Esse comando persiste somente enquanto você está logado na sessão atual: se efetuar logoff e login novamente ou reiniciar o sistema, o brilho voltará ao valor padrão.

    Um comando um pouco mais complexo porém mais flexível é o xrandr, que informa ao servidor de janelas quais os novos parâmetros do dispositivo de saída gráfica:

    xrandr --output LVDS1 --brightness 0.5

    No comando acima, “LVDS1” é o nome do dispositivo padrão de saída gráfica e "--brightness 0.5" define um brilho com 50% de intensidade.

    Se o comando não funcionar é porque o nome do seu dispositivo não é LVDS1. Neste caso, execute este comando:

    xrandr -q

    Ele vai imprimir um monte de informações. No meu caso, ele retornou isto:

    Screen 0: minimum 320 x 200, current 1366 x 768, maximum 32767 x 32767

    LVDS1 connected primary 1366×768+0+0 (normal left inverted right x axis y axis) 344mm x 194mm

    …em que “LVDS1” é o nome do dispositivo de saída (“output”) que está enviando sinal para “Screen 0” (o "monitor 0" ou "padrão"). Se no seu caso apareceu uma outra palavra no lugar de LVDS1, substitua LVDS1 pela palavra que apareceu aí no seu sistema.

    2) “0.5” significa 50% de brilho. Se você quiser 100% de brilho, use ”--brightness 1”. Se quiser 70% de brilho, use ”--brightness 0.7”. E assim por diante.

    CUIDADO: use números somente entre 0.1 e 1. NÃO use valores abaixo de 0.1 ou acima de 1, caso contrário sua tela poderá se tornar ou completamente preta (valores abaixo de 0.1) ou completamente branca (valores acima de 1) e você terá que reiniciar o computador para "resetar" o brilho!

    Se mesmo após ajustar o brilho a tela ainda estiver “esquisita”, experimente corrigir também o gamma. Eis o comando:

    xrandr --output LVDS1 --gamma 0.4:0.4:0.4 --brightness 0.6

    O comando acima modifica tanto o gamma quanto o brilho, sendo que:

    i) LVDS1 é o nome do dispositivo de saída gráfica (veja o item 1 acima).

    ii) 0.4 significa 40% de gamma no perfil RGB (em que RGB = red, green, blue = vermelho, verde, azul). Exemplo: 0.4:0.5:0.6 significa “gamma vermelha = 40%, gamma verde = 50% e gamma azul = 60%”. De novo: use somente valores entre 0.1 e 1!

    Recomendo usar ”--gamma 0.4:0.4:0.4 --brightness 0.6” na primeira vez em que você executa o comando porque aqueles são parâmetros mais "seguros". Daí você pode ir aos poucos (de 0.1 em 0.1) modificando os valores de brilho e gamma até chegar a algo que lhe agrade 100%.

    Se o ambiente gráfico da sua distribuição Linux tiver algum local em que você possa configurar os comandos e aplicativos a serem executados quando você efetua login, sugiro que após definir os parâmetros de brilho e gamma que mais lhe agradam você adicione o comando ao grupo dos comandos e aplicativos que são executados durante seu login.

    Outra alternativa é cria um grupo de lançadores/programas na barra de programas/aplicativos do seu ambiente gráfico e daí adicionar vários lançadores, sendo que cada um executa o mesmo comando, só que com um percentual de brilho diferente. Exemplo: 10% de brilho, 20% de brilho, 30% de brilho etc.

    ResponderExcluir
  4. Cara, procurava por isso há décadas, muito obrigado.

    ResponderExcluir
  5. Muito Obrigado, Salvou a minha pele cara já tava até pensando em volta para o windows. Vasculhei a NET todinha procurando a solução do meu problema, e voce resolveu fácil fácil. Valeu mesmo e sucesso.

    ResponderExcluir
  6. Ja havia tentado de tudo e isso fez a paz voltar a reinar comigo e esse problema relativamente chato mais de fácil solução: uso um Acer Aspire E 15 com ubuntu 14.04 lts.. :-)

    ResponderExcluir