segunda-feira, 13 de maio de 2013

Instalando o Kernel 3.9 stable no ubuntu e derivadas

De nada adianta preocupar-se com a segurança de seu pingüim, se na hora de instalar um novo kernel você usa um pacote sem autenticação.

Hoje explico aqui como instalar uma nova versão do kernel, usando os repositórios oficiais. Então, a partir do kubuntu 13.04 instalarei o kernel da próxima versão, o "saucy", o mais atual possível.

Adicione no arquivo "/etc/apt/sources.list" o repositório abaixo:

deb http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ saucy main

Escreva o conteúdo a seguir no arquivo "/etc/apt/preferences":

# kernel do saucy
Package: *
Pin: release a=saucy
Pin-Priority: 200

# atualizar kernel saucy
Package: linux-image-3*
Pin: release a=saucy
Pin-Priority: 500

Package: linux-image-extra-3*
Pin: release a=saucy
Pin-Priority: 500

Ora, estamos dizendo para o apt que todos os pacotes da versão "saucy" terão prioridade inferior aos da "raring", evitando-se misturar versões distintas que podem detonar o sistema.

E ao mesmo tempo dizemos que somente os pacotes linux-image-3* e linux-image-extra-3* terão prioridade superior aos da raring, instalando e atualizando-os pelos repositórios oficiais.

Muito bem: entendido tudo até aqui, salve as alterações e rode no terminal, na ordem:

$ sudo apt-get update
$ sudo apt-cache search linux-image-extra-*
linux-image-extra-virtual - Transitional package...
linux-image-extra-3.8.0-19-generic ...
linux-image-extra-3.2.0-23-virtual ...
linux-image-extra-3.9.0-0-generic ...
linux-image-extra-3.9.0-1-generic

Podemos ver que a versão do kernel mais atual - no momento - é a 3.9.0.1. E a instalação poderá ser feita também pelo terminal:

$ sudo apt-get install linux-image-extra-3.9.0.1-generic linux-image-3.9.0-1-generic

O mesmo princípio vale para uma versão mais antiga do kernel, por exemplo, a "precise" (LTS), bastando  alterar os dados de "saucy" para a desejada. Exemplo:

deb http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ precise main

e

Pin: release a=precise

Basta dar o boot e utilizar seu novo kernel, totalmente certificado com a chave de autenticação oficial da Canonical.

Até a próxima dica!
;-))

Nenhum comentário:

Postar um comentário