segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Ativando o menu do lxde com a tecla do windows

Na dica de hoje mostro como ativar o menu do lxde com a tecla windows, que geralmente não tem função numa distro windows. Olhe a tecla windows aí em baixo:


No Lubuntu usa-se a combinação Alt+F1 para ativar o menu. Vamos fazer uma mudança para usar a winkey, com o código Super_L. Vamos lá: abra o terminal e rode o comando, onde "ETP" é o seu Editor de Texto Preferido:

$ ETP ~/.config/openbox/lubuntu-rc.xml 

Procure as linhas abaixo, na oposição em torno da linha 360, atentando-se para a em vermelho:

ANTES:
</keybind>
    <!-- Keybindings for running Menu from Lxpanel -->
    <keybind key="A-F1">
      <action name="Execute">
        <command>lxpanelctl menu</command>
      </action>
</keybind>

DEPOIS:
</keybind>
    <!-- Keybindings for running Menu from Lxpanel -->
    <keybind key="Super_L">
      <action name="Execute">
        <command>lxpanelctl menu</command>
      </action>
</keybind>

Agora rode no terminal, em uma só linha:

$ gconftool-2 --set /apps/metacity/global_keybindings/panel_main_menu \ 
   --type string "Super_L" 

Feito isso, basta reiniciar a interface gráfica que a winkey iniciará o menu iniciar do lxde. Para fechá-lo, use o ESC.

Até a próxima dica!
;-)

domingo, 10 de setembro de 2017

Instalando o linux no notebook positivo XCi-3650

Na dica de hoje explico como instalar ou trocar de distro linux no Notebook Positivo XCi-3650. Para quem não o conhece, ei-lo:


Ele não é nenhuma maravilha, mas da conta do recado para usuários "normais", que navegam na internet, vêem filmes e otras cositas más nada exigentes. Suas especificações são:

* processador celeron dual core Braswell N 3010 com 2MB cache
* placa de vídeo integrada intel HD Graphics 400
* som, auto-falantes e microfone integrados como em qualquer notebook
* tela de 14"
* bluetooth
* rede cabeada e wifi
* entradas HDMI e USB
* não possui drive de dvd
* na versão linux: vem com o openmandriva 2014
* suporta virtualização por hardware

A Positivo fez um bom trabalho, podendo gerar um pendrive de recuperação, onde se reinstala o linux se o usuário fizer alguma craca, que ajuda muito. Como não tenho experiência com este pinguim, não farei nenhum comentário sobre ele.

Na dica de hoje mostrarei como gerar um pendrive botável, que seja reconhecido pelo XCi-3650 e possa instalar outro linux, se desejar. Não sei se você perderá a garantia de fábrica. Portanto, faça-o por sua conta e risco!

Esclareço que usaremos uma imagem iso, que será de 64 bits e com suporte a UEFI. Sem isso, você não conseguirá instalar o pinguim no positivo XCi-3650.

Este NoBo não permite que se mude o modo EFI para legacy. Então geraremos um pendrive compatível com o primeiro, usando linux. Se desejar fazê-lo no windows, tem o aplicativo rufus, e tutoriais abundam na internet. Basta procurar.

Então vamos lá. Abra um terminal e rode o comando como root:

# blkid 

Veja um exemplo:


Veja que o HD sda tem várias partições formatadas em ext4. Isso não tem nada demais. Agora espete um pendrive na ports USB, espere 30 segundos e rode o comando supra novamente:

# blkid 

Veja como aparece o pendrive:


O pendrive foi detectado como sdb1, partição formatada em fat32. Usaremos esta informação para criar o pendrive em EFI. E o primeiro passo será limpar o mesmo, para evitar erros mais a frente. Então rode o comando, como root:

# dd if=/dev/zero of=/dev/sdb bs=2048 count=32 

Observe que usamos /dev/sdb, em vez de /dev/sdb1, pois queremos "limpar" todo o pendrive. Terminado este processo, instale o programa gparted segundo o padrão para sua distro, o que não será visto aqui.

Com o pendrive conectado na USB, abra o gparted como root, e selecione o dispositivo /dev/sdb:


Veja que o aplicativo mostra que o pendrive tem partição "não alocada", já que a mesma foi limpa anteriormente:


Agora preparemos o dispositivo para receber o sistema operacional. Vá em "Dispositivo -> criar tabela de partição -> selecionar "msdos":

                          
Vá em "Partição -> novo" e escolha fat32 em "Sistema de Arquivos". E em "Rótulo", acrescente "PENDRIVE":


Confira se fez tudo certo e salve as alterações, clicando no botão específico:


Agora retire o pendrive da porta USB, espere 30 segundos e reconecte-o. Feito isso, abra novamente o gparted como root, selecionando o dispositio /dev/sdb.

Preste muita atenção no próximo passo. Você deve clicar na partição vfat com o "botão direito do mouse -> gerenciar sinalizadores" e escolher "boot" e "lba":


Fecha a janela que os sinalizadores serão adicionados automaticamente:


Saia do gparted e monte o pendrive, para que possa ser gravado. Para montá-lo, basta clicar no ícone que está no desktop e acessá-lo:


Agora gravaremos a imagem iso de seu linux, no pendrive. Para isso instale o pacote p7zp-full segundo o padrão para sua distro, o que não será visto aqui.

Feito isso, abra um terminal onde está a iso e rode o comando abaixo, como usuário normal. Respeite todos os espaços sem alterar nada. Faça igual a que está abaixo:

$ 7z x sua-imagem-iso.iso -o/media/$USER/PENDRIVE/ 

Espere a gravação, que pode demorar dependendo de seu computador:


Terminado o processo, você pode abrir o pendrive e ver sua iso descompactada no mesmo, pronta para uso. Veja:


Se você chegou até aqui, está tudo pronto para iniciar seu linux pelo pendrive e fazer a instalação, o que não será visto aqui também, pois não é o objetivo deste trabalho.

Mantenha o pendrive conectado, reinicie seu sistema operacional e entre na bios do notebook, pressionando a tecla [DELETE]. Vá na aba "Boot -> FIXED ORDER BOOT Priorities -> Boot Option #1" e selecione "USB KEI: UEFI: Gener...]":



Salve as alterações com F4 e parta para a instalação propriamente dita. Terminada, entre novamente na BIOS e coloque o boot #1 para o HD. Agora é só desfrutar do pinguim no XCi-3650.

Até a próxima dica!
;-))